Minha infância no “meu” Pantanal

Naquele tempo eu dava até tiro com espingarda.

Anos 1990. Você lembra como eram as coisas? Até no porta-malas as crianças viajavam. Dar uns tiros com espingarda de chumbinho no meio da fazenda não era nada.

Gosto de assistir a novela Pantanal e talvez o gatilho sejam minhas lembranças. Volto, junto com os peões de Zé Leôncio, ao tempo que meus avós moravam na fazenda.

Aquele jeito de levar a vida, os trajes, o jeito de falar e tudo que envolvia estar e viver numa fazenda.

E mesmo eu, que morava na cidade, fazia questão de andar o dia todo de botina igual meu tio e meu avô. Almoçava às 10 da manhã. Dormia cedo. Só não tinha disposição pra tirar leite na madrugada.

Era uma vida diferente. Não sei se era melhor ou pior, eu só passava as férias lá. Os adultos daquela época, que hoje estão velhinhos, devem saber as dores e as delícias de morar numa fazenda.

O certo é que a novela me transporta pra Guaíra/SP do começo dos anos 1990. E não tem como assistir cada capítulo sem lembrar do Vô Tuti, da Vó Helena, do Tio Edinho e do Tio Nilson. E de toda a turma que ia pra lá nas férias.

Pra você pode ser só uma novela. Pra mim é uma visita ao passado. ❤️

Se liga no estilo do boiadeiro

Você já conhece o Micro Papo?

É um bate papo que eu e a Ana Calixto fazemos lá no canal dela no Youtube. Falamos de Marketing, finanças e empreendedorismo.

Vou deixar um dos episódios aqui. É só clicar e assistir. 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s