Quando o nosso time ganha

Eu gosto de futebol. E não é só o amor pelo meu time, é pelo jogo.

Muito do que sou devo ao futebol. Em termos materiais ele nunca me devolveu nada, mas a questão é sentimental. Em casa – eu, meu irmão e meu pai – sempre usamos o futebol para nos conectar. De iniciar ou fechar conversas, mesmo torcendo para times diferentes.

Costumo ficar chateado quando meu time perde. Se for jogo decisivo então…

Agora, quando ele ganha é f*da. Eu sei, você pode ler isso e achar que é babaquice. Em muitos momentos eu também acho e me sinto um idiota por gostar tanto de futebol.

Quarta-feira foi um desses dias. 3×1 no Palmeiras, no primeiro jogo da final do Campeonato Paulista. Foi bonito ver o estádio lotado e o time jogando com força e vontade. Aniquilou o rival. Poderia ter sido mais, mas não temos do que reclamar.

Meu medo é do segundo jogo. Eles – o Palmeiras – ainda tem chance de reverter.

Torcer pro São Paulo, diferente do que diz o Milton Neves, nunca foi uma grande moleza.

Foto: Rubens Chiri

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s