Encaminhar mensagem no Whatsapp é perigoso e pode causar problemas

Como você se sente quando recebe um áudio de 7 minutos?

Dependendo dos seus contatos essa é uma situação comum. Mais cedo ou mais tarde um amigo(a) se empolga no monólogo e passa do ponto nas explicações/argumentações.

O problema disso é que a gente nunca sabe se a outra pessoa pode parar suas atividades para ouvir uma mensagem tão extensa. Confesso que já fiz isso – falar demais – inúmeras vezes, mas hoje tomo cuidado para não ultrapassar o limite do bom senso.

Tem gente que fala demais

Mas o áudio gigante nem é o problema que quero debater. O máximo que pode acontecer é o “receptador” da mensagem estar ocupado e deixar para ouvir em outro momento. Se a pessoa tinha tanta pressa poderia ligar ou ser mais direta. Quem manda um áudio de 7 minutos não quer uma resposta imediata.

A grande questão do Whatsapp é o tal do “encaminhar”. Isso tem gerado diversos problemas. Na família, com o pessoal do trabalho e até mesmo na roda de amigos, encaminhar um áudio pode significar dor de cabeça pro resto da vida.

Por conta disso, fico esperto com o que vou falar por áudio ou até mesmo mensagem de texto. É que o áudio é mais complexo, é sua voz ali, não tem como falar que o seu primo xereta estava mexendo no celular e escreveu umas baboseiras.

É claro que a gente dá uns vacilos e na hora da empolgação acaba falando coisas sem pensar. Afinal de contas, um áudio de 7 minutos requer uma boa dose de organização de ideias para que nenhuma bobeira seja dita, o que nem sempre acontece.

Parece uma atitude comum, mas encaminhar uma mensagem fora de contexto pode causar sérios problemas

Você encaminha áudio de outras pessoas?

Vou ser sincero: já encaminhei, mas não faço mais isso. Acho deselegante alguém te falar algo de forma privada e você sair encaminhando aquele áudio para outras pessoas. Tudo sem autorização e por vezes completamente fora de contexto, o que pode gerar todo tipo de interpretação.

Quando conheço alguém que faz isso, fico com o pé atrás. É para essas pessoas que eu vou falar apenas o essencial de forma direta e objetiva. Sem citar nomes e muito menos opinando sobre algo que possa me comprometer.

Além de deselegante, encaminhar áudio de outras pessoas revela que você não está muito preocupado com o que o “terceiro elemento” dessa “conversa” vai achar. Pode ser que a ideia foi debatida em vários áudios e a parte encaminhada seja exatamente aquela que vai causar uma grande confusão.

Whatsapp é uma excelente ferramenta de comunicação. É difícil viver sem, já que a maior parte da interação que temos com outras pessoas se dá por ali. Mas é preciso saber usar.

Não é porque uma pessoa te disse algo que você vai encaminhar aquele trecho de conversa pra qualquer um. Atitudes assim mostram que o “encaminhador” pode ser considerado uma pessoa NÃO confiável.

E você, o que acha de tudo isso?


Se achou interessante essa reflexão, compartilhe com os amigos(as). Posso garantir que compartilhar textos é muito mais confiável do que áudios comprometedores. 🙂

1 comentário

  1. Não chego a tanto ( 7 minutos ) mas tenho uma certa dificuldade em me expressar em poucas palavras, e sei também como é chato ouvir um áudio longo muitas vezes desnecessário.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s